pensou em ter sua linha de suplemento alimentar?

Há algum tempo os conceitos acerca dos suplementos alimentares deixou de ser algo restrito à musculação, a atletas e a pessoas que praticam atividades físicas e se ampliou para todo tipo de consumidor que se preocupa com a sua saúde e aparência. Também este público tem crescido exponencialmente no Brasil.

Interessadas nesse crescimento do ramo de nutracêuticos, nutricosméticos e suplementos, muitas empresas, principalmente as farmácias, têm visto no suplemento alimentar uma forma de ampliar o negócio e principalmente os lucros. No entanto, existem muitas questões a serem levadas em conta na hora de comercializar esses produtos.

Se você está pensando em ter a sua própria linha de suplemento alimentar, acompanhe este post. Vamos falar sobre as vantagens que os suplementos podem trazer ao seu negócio, sobre como o mercado de suplementos tem crescido no Brasil e sobre os cuidados a serem adotados na hora de comprar esses produtos dos distribuidores.

O mercado de suplemento alimentar no Brasil

O público brasileiro tem percebido os benefícios dos nutracêuticos e suplementos. Hoje, encontra-se no mercado brasileiro nutracêuticos e suplementos alimentares que se oferecem como fontes de vitaminas, minerais, fibras dietéticas, entre outros, melhorando não apenas a saúde, mas também a estética do corpo.

Pesquisas de mercado apontam que o público consumidor brasileiro é muito preocupado com a saúde e a aparência pessoal. Devido a isso, o ramo de suplemento alimentar tem crescido no país, contrariando outros setores da economia que estão em queda. De acordo com a Associação Brasileira de Produtos Nutricionais (ABENUTRI), o mercado de suplementos nutricionais cresceu 9% em 2017, movimentando um total de R$2,2 bilhões. A estimativa para 2018 é ainda melhor, segundo a ABENUTRI: estima-se que o setor crescerá 15%.

A partir desses dados, observa-se que os suplementos alimentares têm como principais canais de venda lojas especializadas (com 50% das vendas), lojas online (20%) e farmácias (30%). Esta última tem grande potencial para explorar melhor as suas vendas por meio do aperfeiçoamento da venda e por meio da marca própria.

Quanto ao aperfeiçoamento da venda, empresas especializadas declaram que o consumidor se sente mais seguro ao adquirir um produto que foi indicado por um farmacêutico. Ou seja, esse profissional, por meio dos seus conhecimentos, pode orientar o cliente sobre a forma correta, segura e consciente de utilizar o nutracêutico. Assim, a farmácia pode aumentar as vendas, pois tem à sua disposição profissionais que oferecem uma forma de consultoria ao cliente, agregando valor ao negócio.

Marca própria: ampliando e fortalecendo sua empresa

A segunda opção para explorar o potencial de vendas é por meio da marca própria. A marca própria, ou private label, é uma forma de terceirização de produção. Por meio dela, a farmácia pode adquirir produtos de qualidade e comercializá-los utilizando o próprio nome.

A primeira vantagem disso é o fortalecimento da marca, já que ela será divulgada de maneira mais intensa. Isso também pode gerar maior fidelização do cliente, por meio do reconhecimento da marca.

Outra vantagem é que a marca própria oferece produtos de qualidade, mas com preços muito mais competitivos que os de marcas importadas ou de outras grandes marcas. Isso gera maiores possibilidades de explorar as margens, diferentemente de quando se comercializa os produtos de outras marcas.

Com uma marca própria, a sua farmácia pode entrar no ramo de suplemento alimentar com produtos de qualidade, com preços competitivos e, ao mesmo tempo, divulgando e fortalecendo o nome da sua empresa.

Saiba mais sobre a terceirização de nutracêuticos e sobre marca própria em nosso blog.

Como escolher um fornecedor de suplementos

Se a sua empresa decidiu investir no ramo de suplemento alimentar para crescer e ter mais lucro, saiba que existem alguns cuidados a serem tomados, como, por exemplo, ao escolher o fornecedor e os produtos. Vamos apresentar abaixo algumas questões a serem observadas, de acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos para Fins Especiais (Brasnutri).

1ª – Quando for contratar uma empresa fornecedora de nutracêuticos, verifique se ela segue todas as resoluções exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Elas foram implantadas para garantir a saúde e a segurança do consumidor e do comerciante brasileiros. Essas resoluções implantadas pela ANVISA regulamentam os Suplementos Alimentares vendidos e comercializados no país. Para ter mais informações sobre essas resoluções, você pode acessar o site da Agência e conferir as Regras para Suplementos alimentares;

2ª – Seguindo exigências do Código do Consumidor, verifique se o rótulo no suplemento nutricional a ser comercializado está em português e se contém todas as informações necessárias para a utilização;

3ª – Atente-se para a origem do produto, pois existem muitos casos de importações irregulares (eles não têm garantias de segurança e qualidade e são importados devido a uma aparente vantagem de preço). Lembre-se: produtos de origem duvidosa são um risco à saúde do consumidor, pois podem não corresponder ao que está descrito no rótulo;

4ª Outro fator a se verificar é se o fabricante possui os laudos de análises técnicas das linhas que oferece. Esses laudos são a garantia da qualidade do produto que você irá comercializar em sua farmácia;

5ª Por último, verifique se o fabricante possui suporte regulatório, se há uma estrutura apropriada, se existe preocupação com a qualidade e a inovação dos produtos – afinal, a sua farmácia deverá garantir produtos bons e inovadores aos clientes! Também verifique se os processos de fabricação estão em constante atualização. Além disso, confira se o fabricante segue as tendências de mercado, para que sua farmácia esteja à frente da concorrência com produtos inovadores e de alto padrão.

Como se pode notar, o ramo de suplemento alimentar é uma grande oportunidade para ampliar os lucros de farmácias e outros comércios da área de saúde e cuidados pessoais. Investir em uma marca própria pode potencializar ainda mais os lucros e fortalecer o nome da empresa, também fidelizando clientes.

Quer saber mais sobre o assunto? Acesse o nosso blog e tenha mais informações de como ter sua própria marca de nutracêuticos e outras dicas de como melhorar o faturamento da sua farmácia.

Até o próximo post.

Comentários